Com 18 anos ainda recebo bolsa família?

Com 18 anos ainda recebo bolsa família? – Essa é uma dúvida comum entre várias pessoas que tem acesso ao benefício. Para entender melhor sobre essas questões é necessário compreender o funcionamento do programa e suas especificidades. O programa social que começou vigorar em 2003 sofreu algumas alterações, porém os os principais objetivos são os mesmos desde a sua criação.

Veja também: Beneficiários do Bolsa Família tem direito a 15 mil de empréstimo.

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda criada pelo Governo Federal que auxilia diversas famílias classificadas como pobres ou extremamente pobres. São mais de 13,9 milhões de famílias atualmente que recebem o benefício. Sendo assim, o bolsa família se constitui como um dos programas sociais mais eficientes no combate a fome, a pobreza e falta de acesso aos direitos básicos como saúde e educação.

Nesse artigo vamos esclarecer dúvidas comuns sobre o programa, em especial: Com 18 anos ainda recebo bolsa família? ou seja, sobre quem tem direito ao benefício e como as regras se aplicam aos jovens. Continue a leitura para saber mais.

Quem tem direito ao bolsa família?

A população alvo, como já se sabe, são famílias pobres ou extremamente pobres. Porém o benefício varia e é acumulativo a depender da composição de cada família. Vamos entender agora quem tem direito e como funciona a distribuição dos benefícios.

  • Famílias consideradas extremamente pobres são aquelas que possuem renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa.
  • Famílias consideradas pobres são aquelas que possuem renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa.

As famílias pobres participam do programa com uma ressalva: em sua composição deve haver crianças ou adolescentes, gestantes ou nutrizes (mães que amamentam).

 

Com 18 anos ainda recebo bolsa família?

Com 18 anos ainda recebo bolsa família? Para entender essa questão é necessário que você saiba como funciona a distribuição e os tipos de benefícios oferecidos pelo programa.

  • Benefício Básico: Destinado às famílias classificadas como extremamente pobres;
  • Benefício Variável: Destinado às famílias que tem em sua composição crianças ou adolescentes de 0 à 16 anos, gestantes ou nutrizes (mães que amamentam);
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza: Este também é destinados às famílias extremamente pobres. O valor desse benefício é variável. Essas famílias podem acumular o benefício Básico, o benefício Variável e o Variável Jovem;
  • Benefício Variável Jovem: Concedido às famílias que tem em sua composição jovens entre 16 e 17 anos.

O Benefício Variável Jovem é uma nova modalidade do programa. O valor é de R$ 46,00, e cada família pode acumular até dois benefícios nessa modalidade, ou seja, R$ 92,00. É necessário que o jovem esteja matriculado na escola e é exigido 75%  de frequência para estudantes de 16 e 17 anos. Desta forma, o principal objetivo é a permanência do jovem na escola e o acesso regular às aulas.

Portanto, se você completou 18 anos a sua família perde o Benefício Variável Jovem, se ela se encaixa em alguma das outras modalidades continuará a receber regularmente o valor estabelecido para a mesma.

Uma última ressalva: É sempre importante manter os dados do cadastro atualizados pra garantir a permanência no bolsa família. Neste caso, por exemplo, se houver mudança de escola é preciso informar os novos dados no Cadastro Único.

Ficou com dúvidas? Deixe nos comentários.

 

Com 18 anos ainda recebo bolsa família?
5 (100%) 2 votes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com-18-anos-ainda-recebo-bolsa-família

Com-18-anos-ainda-recebo-bolsa-família
Avalie nosso Post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *